sábado, 29 de maio de 2021

ITABIRA E EU: 55 ANOS DE CONVIVÊNCIA

Como graduado em História, pós-graduado em História do Brasil e  Patrimônio Histórico, nunca fui adepto da Escola Positivista. Cada tempo na sua época.

 Agora, mesmo tentando praticar os métodos da História Nova, sou obrigado a fazer uma cronologia, dentro do contexto positivista, de minha relação direta com Itabira no decorrer dos anos, uma ligação umbilical, parece, mesmo tendo nascido a 60 km daqui, São Sebastião do Rio Preto.

 Em 1949, com menos de cinco anos de idade, fiquei conhecendo Itabira, cidade que visitei sempre. Assustava-me a escuridão provocada pelo Pico do Cauê e me agradava o soar dos pianos nas ruas centrais da cidade.

Aos 9, 10 e 11 anos de idade, assistia de uma montanha, 1,2 mil metros de altitude, no fundo de nossa casa, em São Sebastião do Rio Preto, explosões no Cauê. Estava a uma distância de 42 km em linha reta e achava aquilo algo do outro mundo.



A nossa cozinheira, Maria Lucinha, que cuidava de mim e dos irmãos, dizia que “os ingleses queriam acabar com Itabira”. Muitos anos depois, vindo morar aqui, liguei as suas palavras às de Carlos Drummond de Andrade: “Cada um de nós tem seu pedaço no Pico do Cauê...” Mas os ingleses por aqui não andavam mais naquele tempo. As minas de ferro tinham sido nacionalizadas por Getúlio Vargas.

28/05/1966 — Admissão na Companhia Vale do Rio Doce.  Assina minha Carteira de Trabalho, como “Apropriador”, o chefe de Serviço de Pessoal Sinval Silva.

01/03/1971 a 04/12/1973   — Curso de Contabilidade no Colégio Comercial Itabirano  (Fide).

03/10/1972 — Eleito vereador com 693 votos, em primeiro lugar  na cidade, pelo MDB.

31/01/1973 — Empossado vereador e eleito 1.º secretário da Câmara Municipal de Itabira.

01/05/1973 — Promoção na CVRD, por motivo de aprovação em concurso, do cargo de “Apropriador” para “Auxiliar de Cálculos e Dados”. Assinatura da Vale na CT por André de Caux.

01/07/1974 — Designado para o cargo de “Supervisor de Orçamento” com progressão automática da classe 4, 5 e  à 6.

01/01/1975 — Cargo de confiança “Controlador de Promoções e Relações Públicas”, classe 7.1, em Belo Horizonte.

01/07/1975  — Vestibular na Fafi-BH (hoje Uni-BH), quarto lugar, de Jornalismo.

26/07/1976 a 01/08/1976 — Nomeado coordenador do I Encontro de Associações de Amigos de Bairros de Itabira pelo presidente José Braz Torres Lage, lanço o Plano Funil como modelo político para solução dos problemas da cidade. E o coloco em prática até 1982.

02/10/1976 — Reeleito vereador com 701 votos.

06/11/1976 — Cargo de confiança “Assessor de Imprensa”, classe 7.1, em Itabira.

01/01/1978 — Eleito por unanimidade presidente da Câmara Municipal de Itabira.

08/01/1978 — Cantinho do Pão de Queijo —  Bairro do Pará, Itabira

30 de junho a 2 de julho de 1978 — Promoção do I Encontro Estadual de Cidades Mineradoras. Nasce no congresso a ideia apresentada por Paulo Camilo Pena a pedido de Carlos Drummond de Andrade — Fundo de Exaustão de Recursos Minerais — que resultou na criação do Royalty do minério de ferro, projeto transformado em lei na Constituição Federal de 1988..

02/01/1979 — Demitido da CVRD.

08/01/1979  — Cantinho do Pão de Queijo —  Bairro da Penha, Itabira.

08/01/1980 — Cantinho do Pão de Queijo —  Centro, Itabira.

01/01/1982  — Eleito por unanimidade presidente da Câmara Municipal de Itabira.

15/11/1982 — Candidato a deputado estadual: 15.351 votos (terceiro suplente).

15/11/1986 — Candidato a deputado federal: 16.301 votos (segundo suplente).

01/01/1993 — Revista Itabira Ltda. com “Itabira e Centro-Leste em Revista”.

01/10/1995 —  Revista Itabira Ltda. com “DeFato”.

10/10/1995  — Título de “Cidadania Honorária Itabirana”, projeto do vereador Raimundo Afonso de Araújo Lima.

01/08/1997 — Aposentadoria por tempo de serviço.

01/12/2000 — Jornalista de Itabira em Revista.

08/01/2003 a 21/09/2007 — Vestibular  na Funcesi (segundo lugar geral) Curso de História, concluído em novembro de 2007 (Iseed/VGP).

20/10/2010 — Demitido de Revista Itabira Ltda.

12/03/2021 — José Almeida Sana (MEI) com www.noticiaseca.com.br

 29/05/2021 —  A vida continua...


José Sana

29/05/2021


Em tempo:

1.  Isto não é um currículo. Rever o título. “Itabira e eu: 55 anos de convivência”.

2. Foto de Itabira nos anos 1940/ 1950, publicada no jornal O Trem Itabirano.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário